Câncer de Mama

Se defenda do câncer de mama

Para o Brasil, em 2014, são esperados 57.120 casos novos de câncer de mama, com um risco estimado de 56,09 casos a cada 100 mil mulheres.
Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer é o mais frequente nas mulheres das regiões Sudeste (71,18/ 100 mil), Sul (70,98/ 100 mil), Centro-Oeste (51,30/ 100 mil) e Nordeste (36,74/ 100 mil). Na região Norte, é o segundo tumor mais incidente (21,29/ 100 mil).
Outra vantagem de se descobrir precocemente esse tipo de câncer é que quase sempre não é necessário retirar toda a mama, mas apenas uma pequena parte dela.
Porém, se for preciso retirar a mama inteira, ela pode ser reconstruída por meio de uma cirurgia plástica paga pelo SUS, sem quaisquer custos para a paciente.

O QUE FAZER PARA DESCOBRIR O CÂNCER DE MAMA AINDA NO INÍCIO?

Realizar um autoexame das mamas todo mês e submeter-se a um exame clínico das mamas pelo menos uma vez por ano, quando for ao ginecologista.
A partir dos 35 anos, todas as mulheres devem se submeter, anualmente, a uma mamografia (exame das mamas através de um aparelho especial de raio-X).
No caso das mulheres que já tiveram um caso de câncer de mama na família, a primeira mamografia já deve ser feita a partir dos 30 anos de idade.

MAMOGRAFIA: UM EXAME FUNDAMENTAL

A mamografia é uma radiografia que examina internamente os tecidos das mamas. Ela é útil para detectar o câncer de mama em sua fase inicial, podendo descobrir a doença antes de você ou de seu médico poderem perceber alterações.
A mamografia também pode ser usada para conferir um nódulo achado num exame físico. Ela ajuda a descobrir quais são ou não “cancerígenos”.
Uma mamografia só leva alguns minutos e, normalmente, ela não é muito dolorosa. Porém, você poderá sentir um pouco de pressão incômoda quando as mamas forem apertadas entre os dois pratos da máquina que faz a radiografia.

COM QUE IDADE JÁ SE DEVE MARCAR A PRIMEIRA MAMOGRAFIA?

Aos 35 anos de idade, você já deve fazer uma mamografia básica. Até os 50 anos, você deve realizar outras mamografias a cada 12 ou 18 meses, mas, após os 50 anos, ela precisa ser mesmo anual, pois o risco de desenvolver câncer aumenta.
Para quem já teve um caso de câncer de mama na família (mãe, irmãs, tias, etc) recomenda-se marcar a primeira mamografia aos 30 anos.

AUTOEXAME: É SIMPLES, RÁPIDO E PODE SALVAR A SUA VIDA. APRENDA E FAÇA SEMPRE!

O autoexame das mamas deve ser feito todo mês, sempre de 7 a 10 dias após o final da menstruação.

Primeiro Passo: Em pé, diante do espelho, observe cuidadosamente o bico dos seios, a superfície e o contorno das mamas.
Segundo Passo: Levante os braços e veja se o movimento faz aparecer alterações no contorno e na superfície de suas mamas.
Terceiro Passo: Deitada, a mão direita apalpa a mama esquerda. Faça movimentos suaves apertando levemente com a ponta dos dedos.
Quarto Passo: Deitada, a mão esquerda apalpa a mama direita. Repita os movimentos apertando levemente com a ponta dos dedos.

SE PERCEBER UM CAROÇO OU OUTRA ALTERAÇÃO NAS MAMAS, NÃO PERCA TEMPO, PROCURE UM MÉDICO!